Atividades físicas proporcionam mais saúde e independência a cadeirantes

Atualizado: 28 de set. de 2021

Além dos benefícios para o corpo, os exercícios também promovem sensação de bem estar e são importantes para a socialização dos deficientes


Além de ajudar no controle do peso, os exercícios tonificam os músculos, melhoram a circulação sanguínea, aumentam a mobilidade, trazem flexibilidade e dão estabilidade à coluna do deficiente.


- A prática de exercícios melhora a qualidade de vida dos cadeirantes de forma geral. Quanto menos gordura corporal o cadeirante tiver, menos esforço precisa fazer nas transferências (sair da cadeira e passar para outros lugares). Há menos sobrecarga nas articulações, o alongamento e elasticidade também melhoram, o que facilita atividades como calçar o tênis.


- Como consequência dos movimentos realizados, o corpo produz endorfina, hormônio que gera sensação de bem estar e ameniza dores.


- A prática da atividade física melhora o sono e o humor. Há também a questão da socialização, porque muitos cadeirantes tendem a se isolar. Os exercícios proporcionam a interação, principalmente em atividades coletivas.


É essencial marcar uma consulta médica para avaliar a saúde antes de começar a se exercitar. As atividades começam aos poucos e evoluem gradativamente, de acordo com o ritmo e limitações de cada um. Independentemente da velocidade do progresso, os benefícios a curto e longo prazo são garantidos.


Matéria completa: http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/treinos/noticia/2014/07/atividades-fisicas-proporcionam-mais-saude-e-independencia-cadeirantes.html


#cadeiraderodas#cadeirantesaudavel#exerciciofisico#saude#qualidadedevida#mobilidade#fisioterapia#ortopedista#ortopedia

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo